Grupo empresarial deve pagar quase R$ 21 milhões por desvio de recursos da Cidade das Águas em Frutal | Triângulo Mineiro

Grupo-empresarial-deve-pagar-quase-R-21-milhoes-por-desvio.jpg

Um grupo empresarial português firmou acordo para pagamento de R$ 20,9 milhões em medidas compensatórias apuradas pela Operação “Aequelis”, que investiga o desvio de recursos públicos destinados a Fundação Centro Internacional de Educação, Capacitação e Pesquisa Aplicada em Águas (Hidroex) para a construção do Complexo Cidade das Águas, em Frutal. O acordo foi firmado com … Ler mais

Moraes: Aras não se manifestou sobre prisão de Roberto Jefferson – Notícias

Moraes-Aras-nao-se-manifestou-sobre-prisao-de-Roberto-Jefferson.jpeg

O procurador-geral da República, Augusto Aras, não se manifestou dentro do prazo sobre a prisão do presidente do PTB e ex-deputado federal Roberto Jefferson, detido nesta sexta-feira (13) pela Polícia Federal do Rio de Janeiro. Em nota, o ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal … Ler mais

Barroso autoriza Marcos Valério a cumprir pena no regime semiaberto | Política

Barroso-autoriza-Marcos-Valerio-a-cumprir-pena-no-regime-semiaberto.jpg

Marcos Valério foi condenado a 37 anos de prisão no julgamento do mensalão do PT e, no regime semiaberto, poderá sair durante o dia para trabalhar. O empresário tem outra condenação confirmada em segunda instância, mas a execução da pena está suspensa por decisão do ministro Celso de Mello. Diante disso, Barroso entende que Marcos … Ler mais

Justiça determina o afastamento de Sydnei Pereira da Prefeitura de Anajatuba | Maranhão

1628964281_Justica-determina-o-afastamento-de-Sydnei-Pereira-da-Prefeitura-de.jpg

Na decisão, o juiz Bruno Chaves de Oliveira afirma que há evidências de simulação, favorecimento e até mesmo a falta de formalidade legal em contratos da prefeitura. O juiz cita ainda um relatório da Controladoria Geral da União (CGU) que aponta superfaturamento de itens que estavam em contratos, mas não foram entregues para a prefeitura. … Ler mais

UFRGS pede destituição de reitor indicado pelo governo Bolsonaro – Notícias

UFRGS-pede-destituicao-de-reitor-indicado-pelo-governo-Bolsonaro.jpeg

Por 57 votos a sete, o Conselho Universitário (Consun) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) aprovou nesta sexta-feira (13) o pedido de destituição do reitor Carlos Bulhões, indicado pelo governo do presidente Jair Bolsonaro. A posição agora será enviada ao Ministério da Educação (MEC), órgão com competência para destituir … Ler mais